sexta-feira, 8 de abril de 2011

FOI ASSIM MESMO....

 

 

Olhei o relógio pela enésima vez constatando mais uma vez que já passara muito do horário combinado para o encontro.

Não deveria ter combinado esse encontro assim de um dia para o outro ,afinal se conheceram na rua e os exemplos não eram muito animadores nesse terreno.

Se ele   não aparecer dentro de 10 minutos eu vou embora, pensei e tive vontade de rir sozinha ao lembrar-me da noite anterior.

A sensação de já nos conhecemos era estranha mas real.O mais estranho talvez fosse a  quase certeza que  tive de que nos casaríamos

e esse era um pensamento fortíssimo em minha cabeça, aquecendo o coração,agora gelado pois já estava ali há uma hora, portanto ele não viria. 

  Descobri ali esperando por ele que sempre seria assim.Nunca ele chegou na hora combinada,atrasava sempre.Alguém pode questionar que atrasos são normais,claro.20 ou 30 minutos.

Mas ele atrasa de  uma a duas horas.

Já estava levantando do banco da praça quando o vi.Andando muito depressa,quase correndo chegou à minha frente e fez um sinal de paz,com a mão aberta,disse PAZ.

Pediu desculpa pois estivera trabalhando e eu sabia ,que ele trabalhava em outra cidade  sendo portanto difícil chegar cedo devido aos atrasos de ônibus.

Sorriu e claro ,esqueci as 2 horas que fiquei esperando . Primeiro encontro,ponto para mim.

Engraçado como me sentia a vontade com ele,parecendo já conhece-lo muito bem ,e mais,nossos assuntos não acabavam e não tinha momentos constrangedores de silencio.

Fomos ao cinema(era o máximo na época ,sem celulares e outras coisas mais.O filme não lembro o nome,em sei como não nos expulsaram do cinema,porque conversamos o tempo todo,falando de tudo menos do filme .Terminado,saímos para casa de uma amiga,porque meu pai não deixaria eu sair para cinema uma segunda feira.

No trajeto  fomos andando lado a lado e eu me perguntando será que ele não vai tentar ao menos da-me um beijo? E nada!

Acho que estava desapontada mas não iria falar nada claro.

Tramei dentro de minha cabeça que esse seria meu marido e não me enganava. Bem, já que ele é muito parado vou eu nessa e o momento seguinte,não sei o que deu em mim mas juntei o rosto dele com as duas mãos e dei-lhe um beijo.

Foi  melhor coisa que fiz pois esse foi o primeiro de uma série infinita de beijos ,porque nunca mais paramos.

Começamos o namoro que durou 3 anos quando nos casamos

numa tarde de muita chuva.tanta que o mundo  parecia vir a baixo,literalmente .

Para eu conseguir entrar na igreja foi um verdadeiro malabarismo,mas as 18 horas do dia 14 de dezembro de 1974 estávamos casados.

Sem festa,finda a cerimonia todos partiram para seus destinos e nós dois para o hotel.

Desde então temos tido momentos maravilhosos e outros não muito bons mas o importante é que sou muito feliz  e acredito que ele  também.Afinal são 36 anos deum abençoado casamento e 39 anos de convivência resultando dai 3 filhas, 3 genros e um neto. Maravilhosos presentes de Deus.

Somos realizados? Talvez. Mas certamente felizes porque a felicidade é o conjunto de todos os acontecimentos que nos rodeia e não uma situação isolada.

Tudo que tenho de  maior valor em minha vida começou naquele encontro primeiro no qual pressenti ou só desejei ser sua esposa e mãe de suas filhas.

Deus deu-me a graça de ter todos vocês  e ainda coroou com a vinda de nosso neto.

Posso dizer hoje que sou ainda apaixonada pelo avô de meu neto!

Isso é felicidade.

 

http://imagensdecoupage.blogspot.com/2011/04/modelos-de-imagens-para-casamento.html#comment-form

7 comentários:

JOANA CAMPOS disse...

Oi Teca que lindo!
Entendi bem? é a sua historia?


beijos

TECA disse...

Oi Joana,
Sim,você entendeu bem,é minha história.Ou melhor,o começo dela.
Bjs
Teca

Zé Carlos disse...

Teca, linda história e lindo seu Blog. Adorei sua visita e suas palavras. Obrigadão, hoje sou seu seguidor.

Um beijo do novo amigo, Zé Carlos

Ana Maria Johann disse...

Que mimo este teu cantinho, Teca.
Amei tua história e teus contos...
Vou seguir!

Parabéns pela fé, eu tbm AMOOOO Deus! Não vivo sem Ele.


Beijokas mil.

Geisa Machado disse...

Que história deliciosa de amor, minha querida amiga! E que vcs tenham muitos outros anos de felicidade!!! Adoro saber como os relacionamentos começaram. Acho tão romântico!
O seu blog repaginado está de uma leveza única. Digo única porque ele parece vc. Eu sinto vc como uma pessoa doce e, ao mesmo tempo com muita garra. Te admiro muito minha amiga! É muito gratificante pra mim quando vc aparece lá no meu cantinho. Os seus comentários são sempre pontuais e carregados de carinho. Eu ando um pouco afastada da blogosfera, por isso não tenho vindo te visitar. Hoje vi tudo que tinha direito: posts antigos e as fotos da sua família e amigos. rsrs
Mesmo demorando pra aparecer por aqui, tenha a certeza de que vc já faz parte da minha história.
Um ótimo domingo!!!

orvalho do ceu disse...

Hoje, início da Semana Santa, o meu desejo de paz e alegria é para vc... bem como uma chuva de:

Orvalho do Céu (uma “Chuva de Néctar da Verdade”... ou de Palavras de Deus)...

Estarei oferecendo um Retiro em meu Blog durante toda semana, passo para convidar e aguardar a sua visita...
Preparei tudo com todo o meu carinho fraternal... Espero que lhe seja útil!!!
É exatamente isso que lhe digo nesse tempo que estamos entrando:
Uma Abençoada Semana Santa e uma Páscoa extremamente feliz!!!
Bjs de paz e achocolatados desde já pois estarei também em Retiro Espiritual.


http://espiritual-idade.blogspot.com/

Rosane Peon disse...

Bom dia Teca.

Linda a sua declaração de amor.

Uma Páscoa abençoada para toda sua família,muita Luz.

Beijos,Rosane

Google Analytics