segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Infinito,não eterno

0015

 

 

A chuva era fininha e literalmente molhada!

Estranho falar em chuva molhada ,mas meu pai usava a expressão sempre querendo mostrar o quanto estava úmido o dia por causa da chuva.Chuva molhada é aquela constante que dura mais de um dia e torna cinzento tudo a nossa volta.

Nesse clima estava esperando por seu companheiro,noivo ou seja lá que nome alguém queira dar a sua convivência com o homem de sua vida.

Desde o primeiro instante que se conheceram ela sabia que seguiriam juntos agora.A certeza quase absoluta de que seriam marido e mulher parecia sobrenatural para os amigos mas ela não se importava que achassem seja o que fosse.

O modo como se conheceram não poderia ser mais natural.

Foram apresentados por um amigo comum.Amigo esse apaixonado por ela e achando estar só apresentando seu amigo a sua amiga.

Sua paixão por ela nunca revelada,por absoluto medo de que ela não correspondia e assim se distanciasse mais dele.

Qual não foi susto que levou quando ela dois ou três dias depois venha até ele e diga: Estou apaixonada !

Seu coração deu um pulo achando que ela diria por você.

Ela disse: apaixonei-me perdidamente por seu amigo!

Sei que agora nosso caminho será um só e o mesmo meu e dele.

E completou: Sei que ficaremos juntos para sempre .Parece-me que o conheço de muitos anos.

Conversamos tanto que creio nunca ter ficado longe dele.

O que você acha?

Você ( o amigo) não acha e nem quer achar nada.Está apenas agora tentando digerir o ódio ou raiva que sente por ter sido preterido.

E sentindo na carne que perdeu a chance de se declarar e agora estava fora para sempre, tentava a todo custo destruir o amor que viu nascendo dentro do coração dela pelo outro.

Primeiro tentando desfigurar o modo do outro ser e agir ,falou despretensiosamente,tentando parecer distante e alheio que o amigo não merecia uma moça como ela pois nunca valorizava mulher alguma.Deixava a mulher se apaixonar por ele e não queria mais saber dela passando a se esconder para não ver nem ser visto .

Mas na inocência ou quem sabe inteligência de seu coração ela disse ao amigo:

Fazia com as outras ,não fará comigo.Sei que não.

Diante dos argumentos de seu amigo ela disse:

Olha,sei que estou amando e sei ainda mais, sou correspondida.Portanto tudo mais é passado e não quero viver de passado.

O amigo ia retrucar,mas não tinha mais clima porque o objeto de seu rancor e do coração daquela menina apaixonada chegou.

Simpático,bem vestido e com olhos brilhantes(pelo menos para ela aqueles olhos pareciam brilhantes)disse:

-Boa tarde !

Essa maneira de cumprimentar ,não só o boa tarde mas o todo

era para ela o diferencial,aquilo que o tornava único.

Melhorava tudo a volta com sua maneira de falar e se comportar.

Ela já estava ansiosa que o amigo se despedisse logo porque queria ficar a sós com seu amado.

Depois de muita tentativa de não sair de perto dos dois, ele não teve outro jeito a não ser ir embora quando ela falou:

Vamos sair porque quero ficar a sós com ele amigo.

E a sós finalmente puderam reconhecer que estavam irremediavelmente apaixonados e queriam ficar juntos para sempre.

Hoje,39 anos se passaram.E eles ainda estão juntos e apaixonados.

Juntos atravessaram momentos bons e outros não tão bons.

Juntos sorriram e juntos choraram.

Suas filhas são fruto de muito amor e foram desejadas ,esperadas e amadas.

O neto foi o maior de todos os presentes dados por esse Deus maravilhoso e louvado.

Esperam poder estar juntos daqui a 30 anos,quem sabe?

Amadurecidos vivem um dia de cada vez,pois ela é portadora de uma doença incurável e a cada vitória na luta,sabe que só vale a pena lutar porque tem ele e o que veio depois e através dele,suas filhas ,genros e neto.

Ficaremos por aqui e continuamos a vida que é muito bela e não temos vergonha de sermos felizes.

7 comentários:

Maria-bonecas d`pano disse...

Bom Dia!!Teca ! que história linda,me vi vivendo minha vida toda outra vez,´so ainda não tenho netos..Que Deus a abençõe amiga bjusssss

Orvalho do céu disse...

Olá, querida
O amor tem lá os seus mistérios...
Bjm de paz e alegre

Iris Scarabucci disse...

Faço minhas as palavras da Maria-bonecas d'pano. Escrever sore o amor é um dom.Hoje fala-se poco dessa palavra tão linda.
Ah! Veja no meu blog o cordel sobre o meu tombo.
Beijos

coisinhas de designer disse...

Teca não há problemas pode entrar no blog e pegar o que vc quiser querida sem problema algum,vc quer um banner para seu blog me explique como quer que faço para vc .me de as medidas .

coisinhas de designer disse...

oi mnha querida me passe seu email que vou mandar alguns por email para vc.só como não sei o tamanho não te dou certeza que vá ficar certinho.

coisinhas de designer disse...

oi minha querida,se puder me mandar seu email lhe envio alguns por email e vc escolhe,só não garanto que vá dar certinho pois o cabeçalho tem medidas.bjs

Djalma CMF disse...

Linda história de amor, muito bem escrita, gostei! Parabéns, bjos.

Google Analytics