domingo, 28 de agosto de 2011

Conto de Minha Vida Real lll

images (9)
Estamos completamente realizados em nossa vida?
Nem sempre, melhor dizer nunca estamos completamente
satisfeitos,pois isso seria uma utopia.
Refiro-me agora a estarmos plenamente satisfeitos com nossas duas princesas.É claro, mas queríamos mais um bebe
E foi assim que você veio Marcelinha,para trazer mais felicidade a nossa família.
Engraçado como ao lembrarmos de fatos passados vemos coisas e acontecimentos que no momento passaram desapercebidos... A verdade é que minha terceira filhota ao nascer trouxe alegria,felicidade,realização e...e...e...chuva
muita chuva mesmo.Dessa vez a chuva não veio antes e nem depois mas sim durante seu nascimento,ali  na sala de parto. Sabemos que  chuva é a bênção de Deus para nossa vida.
Realmente em todos os momentos importantes e felizes de minha vida choveu.E choveu muito...
Então,nesse dia chuvoso e lindo,você nasceu !
Veio completar minha felicidade e de seu pai.
Ao longo desses 28 anos, desde que você chegou passamos por altos e baixos em nossa vida como é comum e  normal na vida de qualquer família, mas em nenhum momento, de forma alguma, nunca nos arrependemos de ter tido as três.
Você cresceu e virou uma linda mocinha,depois uma bela mulher e hoje é a mãe de meu neto, o presente maior de minha vida depois de vocês veio de você .
Hoje,com tudo que a vida deu-me,com tudo que ela as vezes tirou-me ,sei que sou feliz.
Repetindo sempre Lya Luft:
NA VIDA ENTRE PERDAS E GANHOS
MAIS GANHEI QUE PERDI.
Por hoje é só.Depois tem mais.
bg_9537329

2 comentários:

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Alma de poesia. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

http://narroterapia.blogspot.com/

Meri Pellens disse...

Realmente, chuva é bênção, mas sol também, viu? :)
Lindo seu relato, Teca.
Beijinho e muita paz...

Google Analytics