sexta-feira, 22 de julho de 2011

Conto de minha vida real.

É sério o que quero e preciso falar, começando com a palavras bem amenas enquanto o assunto se materializa em minhas linhas aqui sendo ainda só pensamento.

Minha primeira filha,mais velha,início de todo meu sonho de mãe! Você foi desejada e planejada. Amada muito antes até de estar em meu ventre, que a acolheu e abençoou desde o primeiro instante que a soube a caminho. Nunca ,em hipótese alguma acredite que tenha sido diferente,nem aceite que coloquem em sua mente coisas que ficarão para sempre em seu coração .Refiro-me a conversa que nós duas tivemos no sábado e que abalou-me muito mas de forma construtiva porque levou-me a pensar e recordar fatos e acontecimentos passados culminados na época com seu nascimento prematuro e por isso de alto risco. Nasce no dia  16/03/1977, as  18 horas e quarenta e cinco minutos.

Meu organismo não a rejeitou e jamais faria isso porque eu a amava desde o momento que engravidei, jamais deixando que outro sentimento  interferisse nesse. No oitavo mês da gravides fui ao exame normal.de rotina e qual não foi meu susto quando  médico disse-me que meu bebe  chegaria provavelmente aquela noite porque já tinha 2cm de dilatação sendo provável que as contrações começariam logo.

Achei estranho porque não estava sentindo absolutamente nada, mas preparei tudo e internei-me aquela tarde mesmo .

Lembro bem, o dia estava deslumbrante de bonito,apesar do frio que fazia em Valença,mas mesmo assim meu coração estava apertado sentindo alguma coisa errada no ar. Saí do consultório e não sentia nada ,absolutamente nada de dor nem contração.

Internada fiquei o resto daquele dia,14 de março,1977,e continuava sem nada sentir.Dia seguinte,15/03/1977 pela manha o medico veio ver-me e constatou que tinha os mesmo 2cm do dia anterior de dilatação.O dia passou e nada,tudo continuava normalmente e eu já ficando tensa esperando algo ruim mas não sabia explicar o que seria.Minha mãe e minha sogra estavam comigo e ambas bem apreensivas também,sem saber o que esperar.

Veio o final da tarde trazendo o meu medico que examinou-me,constatando os mesmos 2cm de três dias atrás,ficando bem  decepcionado porque ainda tinha quanto de dilatação?

Acredite se quiser! Agora 3cm.Aí a decisão

Amanha, pela manha vou induzir seu parto.E assim o fez no dia seguinte.

Minha querida,se você soubesse o que passei....

UM dia inteiro no soro e nada de você querer vir ao mundo .Talvez tentando dizer que não estava preparada e  que não era ainda sua hora.Por volta das 17 horas vindo examinar-me ele constatou que o trabalho de parto estava evoluindo muito devagar e o bebe só  chegaria  no dia seguinte e talvez  na parte da tarde. Bem, já me alonguei demais ,vamos direto aos finalmente.

Resolvemos então fazer uma cesariana e assim às 18h:35’voce chegou ao mundo fazendo desse um dos dias mais bonitos de minha vida.

Muita coisa aconteceu então,mas isto é história para outra postagem.

 

 

Um comentário:

Izy disse...

Ola Teka, eu não a conheço, mas senti que voce é uma pessoa especial, com um amor muito grande pra dar e uma experiencia de vida muito linda pra compartilhar, por isso resolvi dizer pra voce que estou te seguindo; amei seu blog e quero ler a continuação dessa historia de sua filha que ja me arrepiou muito...

Um grande beijo e que Deus abençoe sempre e sempre a sua vida...

Izy

http://www.izy-artecriativa.blogspot.com

Google Analytics