quinta-feira, 3 de março de 2011

Refletindo a vida


oi

Não sou escritora e sei que jamais serei.Mas gosto de escrever,ou quem sabe em meu caso seria escrevinhar...
Desde muito cedo,menina ainda,lá pelos idos do curso primário,hoje primeiro segmento do primeiro grau,eu já guardava no papel meus  pensamentos com seus erros de concordância,nominal e verbal,além dos de gramática,hoje acrescentando também os  de repetição de letras devido ao tremor das mãos.
Mas acho bom esse desejo que sempre tive de por pra fora nem que seja só para eu mesma ler depois.
Antigamente deixava só no papel,mas com o computador facilitando a  vida, agora ficou mais fácil e rápido o processo de
armazenamento de minha memória.
Na atual conjuntura de minha vida,meus textos andam um tanto quanto nostálgicos,para não dizer tristes,mas é só uma fase que passará breve,espero.
Então,nada melhor que trazer texto de um autor bem aceito e querido ,assim fico tranquila sabendo que vai agradar e principalmente se for um texto de ajuda .
Melhor ainda se for poesia e de Carlos Drummond de Andrade que eu adoro.É isso.
Vai ai  uma poesia de Drummond
Ao Amor Antigo
O amor antigo vive de si mesmo,
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.
O amor antigo tem raízes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.
Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslumbrante,
a antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.
Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.
Carlos Drummond de Andrade
http://pensador.uol.com.br/poesias_de_carlos_drumond_de_andrade/

3 comentários:

Maria-bonecas d`pano disse...

Lindo poema.adoro Carlos Drummond..muito bom começar o fim de semana assim.. repleto de poesia..Um ótimo final de semana..bjuss

Sônia Silvino disse...

Teca querida!
Teu blog está um primor! Lindo, delicado...
Escolheste bem o poema!!!
Bom feriadão, amiga!
Beijinhos!

Rosane Peon disse...

Boa noite Teca.

Adoro Carlos Drummond,suas poesias,sua alma nas escritas foi um belo presente.

Beijo no seu coração.

Google Analytics