sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

MARIANA: NÃO DÁ PARA ESPERAR MAIS...( Aloísio da Mata )

Hoje trago um texto especial.
Não é meu o texto, mas um grito de socorro e um pedido de oração.
Há uns cinco anos faço parte do  M R P ( Movimento do Rosário Permanente), um grupo de pessoas do mundo inteiro que se compromete a rezar um rosário (4 terços ) por mes.Apenas um dia no mes. Eu rezo todo dia primeiro as20 horas.
Até ai nada de extraordinário. Mas tenho visto milagres acontecerem através do M R P.
No momento,,além dos pedidos de orações de sempre tenho acompanhado e orado por Mariana,uma garotinha  de 4 anos portadora de Leucemia.
Para não alongar-me mais em explicações postei o texto que recebi hoje em meu email.
Ei-lo:

 MARIANA: NÃO DÁ PARA ESPERAR MAIS...
                  Texto: Aluizio da Mata
 
 Não sei todos os que estão lendo este artigo, conhecem a história da Mariana.
 Ela tem seus quatro anos de vida e tem lutado para mantê-la como uma
 guerreira. Portadora de leucemia, ela passou por todos os tratamentos
 necessários: quimioterapia, radioterapia, internações e mais
 internações, espera de um doador de medula óssea compatível...
 E muitas orações.
 Depois de vários meses, foi encontrado o doador que poderá salvar a
 sua vida. É um menino americano, cujo nome nem sabemos.
 Depois de muitos preparos, exames e orações o transplante foi feito. A
expectativa de que não houvesse rejeição do organismo que recebeu o
 transplante durou alguns dias e finalmente pôde-se dizer que ele teve
 o sucesso esperado. A medula da Mariana começou a funcionar.
 Mas aí vem o que ninguém esperava. De tantos remédios, de tantos
 tratamentos, de tantas internações, eis que o quadro físico da Mariana
 começa a cobrar e ela tem passado a maior parte do tempo sobrevivendo
por meio de aparelhos, com as funções dos pulmões muito afetadas, rins
 sem funcionar, com muito sangramento interno, está toda inchada e
 drenos em muitas partes do corpo.
 É muito sofrimento para uma menina que nem começou a viver direito.
 Não falo do sofrimento dos pais, parentes e amigos, pois seria
 desnecessário. Basta o sofrimento dela.
 Agora mesmo fiquei sabendo que o pai dela, Érico, foi internado com
 comprometimento muito sério no fígado.
 Aí vem o questionamento: Por que será que tudo isso está acontecendo?
 Não tenho resposta e duvido que alguém a tenha.
 Eu pensava em escrever um artigo sobre a Mariana quando ela deixasse o
 hospital livre de todo esse pesadelo, mas não dá para esperar mais.
 Seu estado de saúde se agravou bastante.
 A finalidade do artigo é de insistir no pedido de orações para ela e
 para todas as pessoas que estão na mesma situação. Não sei o que Deus
 tem reservado para ela, mas seja o que for, é preciso que tenhamos fé
 na misericórdia dele. O pedido insistente de ajuda é válido. Jesus
 mesmo ensinou isto dizendo que uma pessoa que possa ajudar a outra
 ajudará mesmo que seja para se livrar do importuno. Como estava se
 referindo ao ser humano, imagine Deus recebendo nossos insistentes
 pedidos por uma pessoa doente...
 A PARÁBOLA DA INSISTÊNCIA
 Disse-lhes ainda Jesus: Qual dentre vós, tendo um amigo e este for
 procurá-lo à meia-noite e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães,
 pois um amigo meu, chegando de viagem, procurou-me e eu nada tenho que
 lhe oferecer. E o outro lhe responde lá de dentro, dizendo: a porta já
 está fechada e os meus filhos comigo já estão deitados. Não posso
 levantar-me para tos dar; digo-vos que, se não se levantar para
 dar-lhos, por ser seu amigo, todavia o fará por causa da importunação,
 e lhe dará tudo o de que tiver necessidade (Lc 11:5-8).
 
 A compaixão pelo amigo cansado e faminto leva aquele homem a
 importunar seu amigo vizinho, em momento impróprio. O que o levara a
 tomar aquela atitude era a situação de grande necessidade do amigo.
 Ele não decide importunar pelo simples prazer de importunar, mas
 porque foi constrangido pela necessidade do amigo. Sua insistência foi
 sua vitória. Veja como esta parábola pode nos ajudar a sermos mais
 insistentes em nossa vida de oração.
 
 Hoje à tarde, conversando com o confrade Obed, ele me relatou diversos
 casos que presenciou, onde a mão de Jesus se fez sentir para curar
 pessoas doentes. Mas ele disse que sempre houve antes de cada cura
 muita fé nas orações interpostas.
 Então, amigos católicos (vicentinos, participantes de Grupos de
 Oração, participantes de Grupos na Internet), membros de outras
 igrejas está na hora de "importunarmos" o nosso Deus para que Ele
 derrame as graças necessárias para que o quadro clínico da Mariana seja revertido.
 Jesus, que curou os leprosos, os coxos, os cegos e tantas outras
 pessoas que necessitavam de sua ajuda, volte seu olhar para a Mariana.
 Dê-lhe mais tempo de vida e encaminhe-a para ser um exemplo de Vossa> misericórdia.
 Amém.






             Para você receber notícias sobre o Movimento, devoções e mensagens, basta enviar um e-mail em branco para

                Para você  receber os pedidos de oração enviados ao Movimento e rezar por todas as pessoas que nos pedem orações, basta enviar um e-mail em branco para   mrp-oracoes-subscribe@yahoogrupos.com.br

Faça seus pedidos de oração, e agradecimentos de graças alcançadas através do site http://rosariopermanente.leiame.net/contatos/ pedidos de oração

3 comentários:

Maria José disse...

Teca. Vamos orar pela Mariana e sua família. Acredito na força da oração. Beijos.

Rita Gomes(Rasamrta Devi Dasi) disse...

olá Teca!Muito Obrigada pelo seu comentário!mas é claro que vou ficar muito felis por ser minha seguidora!também serei a sua e adorei teu Blog!!!Um abração da amiga Virtual!Beijos!

Geisa Machado disse...

Este caso da Mariana chega a ser chocante. Pôxa, ela só tem 4 anos!
A oração tem uma repercussão muito forte, ainda mais se forem várias pessoas rezando juntas. É o pedido do coletivo, que como uma grande onda, varre a energia densa que está no ar. Porém, no meu entendimento, acho que devemos pedir a Deus que ele faça o que for melhor pra ela e sua família. E confiar que ele realmente fará o melhor. Isso, pra mim, é a fé. Não é pedir a Deus que me ouça e atenda os meus pedidos. É pedir que EU o ouça e aceite o que ele me der. E é o que venho pedindo a Deus: para ouvi-lo.
Estou irmanada a vocês, minha querida amiga e solidária nesta dor. Que o melhor aconteça a Mariana e sua família!
Bjussss

Google Analytics